Vereador Edson Gomes trás TV Anhanguera em nossa cidade

O Vereador Edson Gomes trouxe em nossa cidade a renomada TV Anhanguera, onde a mesma mostrou em reportagem as obras inacabadas da cidade, o apelido da cidade ficou conhecido como cidade das obras inacabadas, e o prefeito presidente da ATM ficou conhecido como Prefeito metadinha, a repórter percorreu as principais obras em andamentos na cidade, em todas foram constatadas irregularidades das mesmas como prazo de validade vencido, as filmagens foram feitas no CRAS, Centro de Eventos, nos calçamentos, Creches entre outras obras. moradores relataram as condições do transporte escolar na zona rural, devido as estradas estarem funcionando em péssimas condições os ônibus nãos buscam os alunos em algumas regiões, mostraram ainda a obra da Escola Municipal que está somente na carcaça sem o acabamento, a repórter ficou mais impressionada com a construção do Posto de Saúde do Setor Oeste, lá a placa informa que a construção é pelo Ministério das cidades, mas o Ministério das Cidades Informou que não tem obra relacionada com a Saúde em nosso município, a reportagem foi até o Setor Aeroporto, onde lá estão fazendo calçamento no Setor, mas no Setor Leste existe a placa, mas sem nenhum material para construção do calçamento.

Comentários

  1. Esse prefeito um salafrário, não sei como o povo de Almas ainda tem coragem de votar nele, eu tive que votar em branco na eleição passada, por que os candidatos eram uma vergonha, para não disser coisa pior, a população de Almas não tem senso político acha que um prefeito que da esmola é bom de mais, não sabe que ele trabalha para o povo, em quanto a população não criar consciência outros Ormazinhos vão tomar de conta da nossa cidade, sugando todo o nossa dinheiro e deixando o nosso povo na miséria, ninguém que morar mais em Almas, as pessoas vão embora e não voltam mais, vendem suas terras para os grandes fazendeiros destruírem tudo e fazer carvão, fiquei decepcionada com o que virou a região do Novo Acordo.

    ResponderExcluir
  2. As pessoas que moravam na zona rural venderam suas propriedades porque não querem trabalhar mais como lavrador e chegando à cidade não possuem mão de obra qualificada para exercer as funções que o mercado de trabalho oferece, ficando dependente do gestor público.

    ResponderExcluir

Postar um comentário