O impeachment do IMPEACHMENT

O Brasil está passando por uma turbulência tremenda, desde a eleição de Eduardo Cunha como Presidente da Câmara dos Deputados, aos poucos o Presidente Eduardo Cunha foi mostrando os dentes e mostrando para sociedade para qual objetivo ele foi eleito, ele tem uma divida com a oposição e quer pagar a mesma de uma forma inusitada, quer dar de presente a presidência da republica para seu partido e ministérios para a oposição, alem de votarem projetos que obriga o governo gastar mais do que ele pode gastar.

Cunha já havia rejeitado vários pedidos de impeachment da Presidente Dilma Roussef, mas quando se viu ameaçado de ter seu mandato cassado colocou suas manguinhas de foram e ameaçou os parlamentares do PT - Partido dos Trabalhadores, que se os mesmos votassem favorável a abertura da sua cassação no conselho de ética, o mesmo aceitaria o pedido de impeachment da Presidente Dilma.

Os Deputados do PT votaram a favor da abertura do processo de cassação de Eduardo Cunha - Presidente da Câmara dos Deputados, como forma de retaliação Eduardo Cunha cumpre a promessa e aceita o pedido de impeachment da Presidente Dilma, a partir dai o mesmo tentou manobrar de todas as formas para se da bem e livrar sua cabeça ao mesmo tempo em que tenta cassar Dilma.

O Impeachment não tem fundamentação jurídica nenhuma, porque a Presidente Dilma não cometeu nenhum crime, e as contas da presidente não tinham sido julgadas pelo TCU e ainda após passar pelo TCU ainda deveria passar pela Câmara também, como não seguiu esse rito não tem como acusar Dilma de fazer pedaladas fiscais, mesmo que ela tenha feito, não dar condições para sua cassação, se fosse pre requisito de cassação, todos os governadores e prefeitos do Brasil deveriam ser cassados, sendo assim essa investida caracteriza como GOLPE, para tirar uma mulher presidente eleita democraticamente, sendo assim o impeachment não irá acontecer

Comentários