Rodoviária de Dianópolis foi inaugurada mas...

                                                                                                 


A antiga rodoviária está com os dias contados. Será?
Correção da matéria “Salomão deixa exemplo como administrador”, onde falei que o terminal Rodoviário não tinha sido concluído. Salomão acabou de me informar que foi inaugurado sim, mas não foi entregue por causa de uma manobra de Osvaldo Baratins.


A “manobra” citada por Salomão refere-se a retirada de votação do projeto que daria a Maçonaria o direito de administrar o terminal.

Segundo informações, numa ação articulada pelo ex-vereador Osvaldo Baratins (PMDB), não foi colocada em votação a proposta para a maçonaria administrar a rodoviária, como ocorre em todo o Estado. E com isso deixou os viajantes que partiram e chegaram na cidade dianopolina, sem poder usufruir de mais conforto.

Ainda segundo informações, a retirada da proposta é porque o prefeito Reges Melo pretende que a Associação de Cabos e Soldados fiquem com a administração da nova rodoviária dianopolina. Vale lembrar que Reges é cabo da PM.

Estranha-se também a atitude de Baratins, “fiel” escudeiro de Salomão durante 8 anos, com vários cargos na administração e, nem bem terminou o mandato de Salomão, o mesmo já é “fiel” escudeiro de Reges. São coisas da política ou de quem vive agarrado as tetas públicas?
Mas poderá ocorrer um impasse. Para que a Associação de Cabos e Soldados da PM assumam o comando da rodoviária, será necessário que a Câmara Municipal aprove. E sabe-se que o ex-prefeito Salomão, articulou e formou um grupo de oposição elegendo a mesa diretora. Como se portará a Câmara nessa votação?

Por Carlos Henrique Furtado

Fonte: Sudeste Hoje








Comentários