Carreta da Saúde chega a Almas para levar informação e diagnóstico e dar início ao tratamento da hanseníase

Nessa semana, a Carreta da Saúde chega a Almas para, gratuitamente, levar informação à população sobre a hanseníase, promover o diagnóstico da doença e fornecer gratuitamente os medicamentos necessários para início do tratamento. A iniciativa, que tem como objetivo colaborar para a eliminação da hanseníase no Brasil, é de responsabilidade da Novartis, coordenada pelo Movimento de Reintegração das Pessoas Atingidas pela Hanseníase (Morhan) e conta com o apoio do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (CONASEMS) e das Secretarias de Saúde locais.

 A hanseníase, que atinge principalmente as populações menos favorecidas, muitas vezes com acesso restrito a informação e tratamentos, ainda é endêmica no Brasil. Mesmo com a redução de novos casos, o país ainda é o primeiro do mundo em novos casos per capita da doença, registrando um total de 36 mil por ano ou 3.000 por mês. Conhecida por muito tempo, erroneamente, como lepra, os portadores de hanseníase têm como principal desafio vencer o preconceito e obter acesso à informação e à terapia gratuita. A Carreta da Saúde atua exatamente nessas frentes.

No veículo, todos recebem informações sobre a doença e seus sintomas, se consultam com um médico, realizam exame para identificar se estão com hanseníase e, em caso positivo, recebem na hora o medicamento para o tratamento no primeiro mês. Nos meses subsequentes o tratamento também é oferecido gratuitamente, devendo ser retirado no posto de saúde do município.

“Apesar de haver relatos da existência da doença há mais de três mil anos, os pacientes de hanseníase ainda são alvo de muito preconceito. Nosso objetivo é contribuir para que as pessoas realizem o diagnóstico e sigam o tratamento corretamente para que a hanseníase seja definitivamente eliminada do Brasil”, afirma Artur Custódio, coordenador nacional do Morhan. A eliminação da hanseníase é um compromisso global da Novartis que, desde 2000, fornece gratuitamente a poliquimioterapia (PQT) para o tratamento da doença em todo o mundo em parceria com a Organização Mundial de Saúde (OMS). A PQT, que está disponível gratuitamente em toda a rede pública do Brasil, cura a hanseníase e interrompe sua transmissão.

 Ao todo foram doadas 40 milhões de unidades mundialmente, curando mais de 4,5 milhões de pacientes e representando investimento de US$ 60 milhões. “A Carreta da Saúde fortalece o esforço da Novartis, auxiliando as autoridades de saúde na eliminação da doença”, destaca Alexander Triebnigg, presidente do Grupo Novartis no Brasil. Nos últimos 20 meses, a Carreta da Saúde percorreu 15.000 quilômetros em 9 estados brasileiros. Ao todo, foram realizadas 20.000 consultas, tendo sido diagnosticados 640 casos da doença. “A Carreta da Saúde realizou, em média, um diagnóstico por hora de ação, representando um quarto dos diagnósticos realizados no país durante os dias de ação da unidade em 2010”, destaca Artur.

 Serviço Carreta da Saúde (atendimento gratuito) Almas Data: 16 a 20 abril de 2012 Horário: 08h às 17h Local: Praça São Miguel Endereço: Av. São Sebastião, S/N – Centro – Almas/TO Atividades: diagnóstico e prevenção de hanseníase, aferimento de pressão e teste de glicemia Data 16/04/2012 Endereço Av. São Sebastião, S/N - Centro - Almas/TO.

Cidade ALMAS Estado TOCANTINS País BRASIL

Fonte: MaxPress

Comentários