OAB Pede transferencial da Comarca de Almas para Dianópolis

A OAB - Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Tocantins, elaborou documento e encaminhou o mesmo par a Comissão Especial de Estudos e Elaboração do Anteprojeto do Novo Código de Organização Judiciaria do Estado do Tocantins, no documento a OAB afirma que é louvável e urgente a iniciativa de reorganizar a estrutura do Poder Judiciário do Estado do Tocantins, logo em seguida sugere a redistribuição de competências, segundo eles para melhorar a prestação de serviços jurisdicional no Estado do Tocantins, segundo a OAB "Almas seria transferida as competências para Dianópolis, mantendo aqui somente uma Unidade Judiciaria Avançada, com servidores atendendo os jurisdicionados, permitindo-se a criação de novas varas".

Essa sugestão da OAB não atende os interesses da cidade de Almas, sendo que a Comarca de Almas foi criada e instalada a 17 anos atrás, onde nesse período nossa cidade foi servida muito bem, vários juris popular ocorreram na comarca de Almas, varias audiências, acordos, e a Comarca é a unica forma de buscarmos a justiça em nossa cidade, não se justifica a transferência de competência, a cidade de Almas tem que ser independente, não se pode retroceder no tempo.

Que a OAB possa rever essa sugestão.  

Comentários