Descaso: Almas sem investimento em cultura

Estou postando essa matéria por falta de apoio do poder público à classe artística de nossa cidade. Existe uma lei obrigando o município a realizar festivais de músicas, que aliás o nosso Canta Sudeste foi realizado na cidade de Dianópolis por falta de apoio da prefeitura para que o mesmo fosse realizado aqui.

Não temos uma secretaria especifica da nossa área. Os recursos que vêm para ser aplicados em cultura, vêm junto com a educação. Não temos um local para realização de teatro, não temos um local para apresentações da súcia, catira, dos cantores gospel  e outros cantores da MPB.

Senhores Vereadores,os artistas escritores não tem apoio do município para produção literária, os cordelistas, da mesma forma. Nossos cantores não possuem apoio do nosso município para gravação do CD. Há muito tempo atrás tinhamos em Almas o querido Salão Nobre, onde vinham artistas de diversas regiões se apresentarem, neste salão acontecia peças de teatro, festas e eventos de nossa cidade.

O tempo passou e perdemos o salão nobre, os eventos de nossa cidade são realizados em uma quadra coberta, que recentemente virou deposito de arroz. Se fosse denunciado no site Roberta Tum, talvez esse arroz ainda estivesse lá.

Os artistas de Almas estão abandonados. Os mesmos não conseguem sobreviver de seus talentos, não conseguem seus objetivos, nem mesmo ao participar de exposição agropecuária se paga cachê para os artistas almenses, enquanto aos artistas de fora, gastam mais de R$ 300.000,00 (trezentos mil reais).
Precisamos dar um basta nissso senhores vereadores. Eu, Rinaldo da Nóbrega, tenho dois trabalhos prontos, ambos de poemas que tem por títulos: o primeiro AMAR, o segundo MINHA CONTRIBUIÇÃO, neste segundo trabalho alem de poemas tem alguns comentários meus sobre diversos assuntos.

Venho aqui fazer uma pergunta senhores, como posso publicar esses livros sem apoio do município de Almas? No orçamento tem dinheiro especifico para cultura. Sendo assim, senhores vereadores, venho solicitar aqui, quando o orçamento vier a ser votado, que aumente essa verba da Cultura para R$ 100.000,00 (cem mil reais). Só assim senhores, teremos condições de fazer publicar, divulgar e vender nossos trabalhos para dar sustento à nossas vidas com nosso trabalho.

Venho aqui convidá-los para participarem de uma reunião no sábado dia 17 às 19 h neste local para discutirmos sobre a cultura de nosso município e para elaborarmos a criação do Conselho Municipal de Cultura entre outros assuntos dessa área.

 Já estou cansado senhores vereadores, de mandar oficio solicitando patrocínio de algumas pessoas e receber um não na cara, em quanto festas que envolvem bebidas alcoólicas recebem até mais de R$ 5.000,00 (cinco mil reais).

Mas, graças a Deus, os ofícios que encaminhei a está casa tive resposta favorável, mesmo que individualmente. Foi o caso do Salão do Livro o ano passado e da confecção da nota  de empreendedor individual esse ano.

Finalizando, venho parabenizar a ação da polícia juntamente com o promotor e conselho tutelar pela ação desencadeada em Almas, onde hoje a maioria das crianças e dos adolescentes não estão indo mais às festas promovida por danceterias.

Comentários